by Tânia Gori

Louro – A Erva do Reconhecimento e Sucesso

Nome Popular: loureiro, loireiro, loureiro ordinário, louro, loiro, loureiro vulgar, loureiro-comum, loureiro-de-Apolo, loureiro-dos-poetas e sempre-verde.

Nome Científico: Laurus nobilis
Partes das Plantas a Serem Usadas: Folhas e tronco
Planeta: Sol
Elemento: Fogo
Gênero: Masculino
Deidades: Leão, Apolo.


Função Terapêutica: carminativas, digestivas, estomacais.
Contra Indicações: abortiva – antigamente, era utilizada para promover o aborto. Cuidados: a não ser em cuidados veterinários, as folhas e os frutos não devem ser ingeridas.


Função Mágica: Afrodisíaco; adivinhação, boa sorte, harmonia; inspiração; conhecimento; amor; paz, proteção; tranquilidade; sabedoria; memória; superação de obstáculos; abertura no amor e na prosperidade. Traz a força de Deus para o mundo físico.


Habitat\Cultivo: Solos húmidos, ravinas, exposição solar, tolera zonas sombreadas. Ciclo de Vida: Perene. Preferências de cultivo: sucede em qualquer solo moderamente fértil ou seco, mas bem-drenado. Exposição solar no entanto, adapta- se a zonas sombreadas. Apesar de resistentes ao vento, não suportam exposição marítima severa ou ventos secos e frios. Em regiões mais frias, deve-se proteger a planta no Inverno. Quando dormente sobrevive a temperaturas até aproximadamente -5oC, com baixas ocasionais até cerca de -15oC, poderá como consequência perder as folhas, que renascerão no final da primavera ou início do verão do ano seguinte. Forma de propagação: Sementeira – amadurece no início do outono nas estufas. Planta dióica, sendo que não consegue auto-fecundar-se. Coloque a planta num vaso durante um ano e transplante-as para o local permanente no início do verão, proteja-a nos primeiros invernos.
Origem, História e Lendas da erva: Os anciãos possuíam uma grande estima pela espécie, dedicada a Apollo, deus grego, era utilizada como grinalda por imperadores, generais e poetas como símbolo de paz e vitória.

Referências Históricas:
– Corre! Traz-me uma coroa de louros! – ordena Tibério César ao seu servo.
– Sim, meu senhor. Levo-a imediatamente – responde submisso.
– Não vês que se aproxima uma tempestade? Preciso de protecção do loureiro – diz o imperador romano, com certa ansiedade.
Antes de terem começado a soar os trovões, Tibério César já havia posto na cabeça uns ramos de loureiro entrelaçados. É que, segundo uma tradição romana, o loureiro nunca pode ser sacudido pelos raios e, portanto, quem se colocar debaixo das suas folhas encontra-se a salvo dos flagelos da natureza.

Aplicação na culinária:

Feijão da Prosperidade

Ingredientes

. 2 xícaras (chá) de feijão-mulatinho . 6 folhas de louro
. 8 xícaras (chá) de água
. Sal e pimenta-do-reino a gosto

. 1 xícara (chá) de macarrão padre-nosso
. 4 dentes de alho picados
. 1 colher (sopa) de óleo
. 200 g de linguiça portuguesa defumada em rodelas Modo de preparo

Numa panela de pressão, ponha o feijão, o louro e seis xícaras de água. Cozinhe por 30 minutos (a partir do momento em que a panela começar a chiar) ou até o feijão ficar macio. Retire do fogo e deixe sair a pressão. Bata o feijão e o louro com o caldo no liquidificador até obter um creme grosso. Transfira para uma panela, junte a água restante e tempere com sal e pimenta. Leve ao fogo médio até ferver. Acrescente o macarrão e cozinhe por dez minutos. À parte, frite o alho no óleo até dourar. Junte a linguiça e frite por cinco minutos. Adicione à sopa, misture e deixe ferver. Sirva em seguida.

Receitas Encantadas:aromatizar diversas sopas, doces e pratos de carne. De aroma doce e balsâmico, ressaltam as notas a noz-moscada, a cânfora e uma adstringência refrescante. O louro é o ingrediente que nunca falta na cozinha portuguesa, sendo perfeitos para caldos, guisados, todos os tipos de carne e também arroz. Combine com manjerona, salva, segurelha e tomilho.

Este é um feitiço que é feito para concentrar as energias para a busca de um amor não correspondido. É ideal para fazer quando a lua está no primeiro trimestre e, quando o sol se põe.

O que você precisa:

Um recipiente

4 pétalas de rosa

Uma vela branca

Um pedaço de pano

Uma colher de chá de canela

Um ramo de loureiro

Eucalipto

Fita

O que fazer: Primeiro você deve colocar em um materiais da bancada. O recipiente de água deve ser adicionado irá colocar quatro pétalas rosas. Então você precisa para acender a vela branca. No pano de outros materiais, então, ser dobrado e amarre com uma fita. Visualize a pessoa que você ama, que você e é o valor. Pense nisso por 7 dias e ver os resultados surpreendentes.

Defumação com Louro

Compre ou colha um raminho de louro fresco e tente deixar no galho somente sete folhas, arrancando as demais… assim, as folhas ainda no galho irá facilitar o manuseio.
Caso não consiga deixar no galho, coloque as sete folhas dentro de um saquinho de tecido para iniciar o ritual.

Em um dos primeiros dias de Lua Crescente, pegue seu ramo de louro, ou saquinho, segurando com a mão direita, e passeie por todos os cômodos de sua casa, estabelecimento comercial, casa de passeio, empresa, enfim, onde necessitar de uma boa limpeza energética.

Este ritual compactado serve para limpar um ambiente ou local onde você irá realizar uma magia.
Ao caminhar pelos cômodos, de canto a canto de cada, reze uma oração que aprendeu quando ainda era criança.

Sempre dos fundos para frente, e ao chegar na porta de entrada principal, pendure o galho ou saco de louro na porta pelo lado de dentro, e pode ser somente colado com uma fita adesiva.
Deixe as folhas de louro penduradas até a próxima Lua Crescente, que vai ser depois de um mês mais ou menos, e será o momento de continuar este ritual.

Neste período as folhas irão secar, certo!
Quando recomeçar a próxima Lua Crescente, novamente nos primeiros dias da fase, pegue seu galho ou saco e coloque as folhas dentro de um caldeirão ou panela comum mesmo.
Sente-se no cômodo que considera o principal da casa, sala, cozinha, recepção… coloque o caldeirão em sua frente e ateie fogo nas folhas, com cuidado (segure com uma pinça as folhas e quando pegarem o fogo deixe cair e queimar dentro do caldeirão…)!
Enquanto queimam as folhas, visualize as energias negativas indo embora com a fumaça. Se quiser pode usar como defumador de cômodo em cômodo, mas seriam necessárias mais folhas, tipo sete por cômodo, e dizem que surtiria o mesmo efeito que desta forma, então assim é mais prático. Após terminar de queimar todas as folhas, que é rápido, jogue as cinzas em água corrente, tipo o tanque da lavanderia, a pia do banheiro… Limpe o caldeirão e guarde-o. Pode repetir sempre que achar necessário.

Receitas Terapêuticas:

ENXAQUECA,DOR DE CABEÇA ,MAL ESTAR

Angélica
Verbena
Pariparoba
Loro folhas
Espinheira santa
Água 1 litro
Coloque a água para ferver ,quando estiver fervendo ,coloque um punhado de cada erva , deixar levantar fervura ,tampar ,desligar o fogo ,depois que a água estive fervendo , colocar um punhado de cada ervas ,tampar ,desligar o fogo e tomar 1 xícara de chá 5 vezes por dia

Chá de louro: Com um litro de água, prepara-se uma infusão com 20-30 g de folhas de louro, a que se pode acrescentar um punhado de frutos maduros para conseguir maior efeito. Como aperitivo, toma-se uma chávena dez minutos antes de cada refeição, e, como digestivo, uma chávena depois de cada refeição.

Tratamento caseiro para melhorar a digestão

3 folhas de louro lavadas
1 xícara de água fervente
Açúcar ou mel
Modo de Preparo: Lave as folhas de louro. Adicione-as na água fervente, e deixe descansar por 10 minutos. Retire as folhas de louro e adoce a seu gosto, com açúcar ou mel. Beba ainda quente após as refeições.

Remédio caseiro para diarreia

3 folhas de louro
1 xícara de água fervente
Modo de Preparo: Coloque as folhas de louro numa xícara e cubra com água fervente. Deixe descansar por alguns minutos, coe, e beba em seguida. Tome-o 3 vezes ao dia, e não se esqueça de beber no mínimo 2 litros de água por dia, para evitar a desidratação. Preferencialmente, o chá deve ser bebido em jejum e no intervalo entre as refeições.

Ferver 10 gramas de folhas em meio litro de água e deixar esfriar. Dose: Quatro ou cinco cálices diários, distribuídos convenientemente. Esta infusão se emprega, também, em injeções vaginais contra a relaxação dos órgãos sexuais e em banhos por todo o corpo para combater a debilidade geral das crianças.

Remédio caseiro para cólica intestinal

4 folhas de louro
1 colher de chá de camomila
1 colher ( sopa ) de erva-doce
1 copo de água
Modo de Preparo: Leve todos os ingredientes para ferver na água durante 5 minutos. Coe, espere amornar e tome uma xícara a cada 2 horas.

Remédio caseiro para mau hálito

3 folhas de louro Suco de 1 limão
1 xícara de água Mel

Modo de Preparo: Nume panela, amasse as folhas de louro, acrescente suco de limão, um pouco de mel e a água. Leve ao fogo até ferver. Desligue o fogo, tampe a panela e espere amornar. Filtre e beba em seguida.

Remédio caseiro para enxaqueca

1 punhado de camomila
6 folhas de louro
2 laranjas picadas ( com as cascas )
2 copos de água
Suco de limão
Modo de Preparo: Ferva a água e acrescente as laranjas, a camomila e o louro. Ferva por mais 2 minutos, e então acrescente o suco de limão. Coe e beba morno.

Diurético caseiro para emagrecer

10 g de louro
10 g de alcachofra
10 g de sabugueiro
10 g de louro
10 g de anis
1 litro de água
Modo de Preparo: Leve a água para ferver. desligue o fogo. Coloque as ervas, tampe e deixe repousando por 5 minutos. Coe e coloque numa garrafa térmica ainda morno. Beba ao longo do dia, por um período de 15 dias.

Uso Externo
Óleo de loureiro: Prepara-se deixando macerar durante 10 dias, ao sol, 30 g de folhas de louro num litro de azeite. Aplica-se em loção sobre a parte dorida. Também serve para afugentar insetos parasitas.

Bálsamo anti-reumático (manteiga de loureiro): Esmagar num almofariz um bom punhado de bagas de loureiro maduras. Pô-las a ferver, cobertas de água, durante 10 minutos. Espremê-las depois com um pano fino, deixar arrefecer o líquido e recolher a camada de gordura que flutua. Esta gordura ou manteiga de loureiro aplica-se em fricções sobre a zona afetada. Não é própria para ser ingerida.

Toque da Bruxa:

Árvore consagrada a Apolo. A dafnomancia é uma das diversas formas de magia adivinhatória, muito usada na antiguidade. O material empregado nesta cerimonia eram os ramos de loureiro, com o qual se coroavam os adivinhos. Praticava-se de duas maneiras. Uma consistia em lançar ao fogo um ramo seco e, pela faiscação, pela cintilação e pelo humo produzidos durante a queima, faziam-se os presságios. Estes eram incertos quando o raminho se consumia sem fazer nenhum ruído, mas se vaticinava com toda certeza quando faiscava ruidosamente e as chispas eram abundantes e se obtinha uma finíssima fumarada. Além disso, tudo isto constituía um bom augúrio. A outra maneira de predizer consistia em mastigar umas folhas novas de loureiro; o augure fechava os olhos e começava o trabalho de concentração mental; depois de um certo tempo, mais ou menos prolongado, dava a resposta à consulta que lhe havia sido feita. Esta última forma de adivinhação era a que praticavam as pitonisas, as sibilas e os sacerdotes de Apoio e por isso eram chamados dafnéfagos, isto é, comedores de loureiro.

Florais da Aura : Mensagem da vitória: somos maiores do que nossas limitações. Representa a “quintessência” a essência maior, o EU mais profundo que é plenamente feliz, aguardando para abrir-se e mostrar que somos maiores do que nossas limitações e dores física.

Texto e Pesquisa : Escritora, Bruxa e Fitoterapeuta Tânia Gori

Tagged as: , , , , , ,

Gratidão pelo seu comentário ... Estarei respondendo assim que possível... Beijos Encantados ... Tânia Gori

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Universidade Livre Holística Casa de Bruxa

(11) 4994.4327
Segunda a Sexta : Das 10h as 22h
Sábado : Das 10h as 17h
Domingos : Ligar para verificação de quais estaremos funcionando.
%d bloggers like this: