Poções & Encantos by Tânia Gori

Descobrindo os mistérios da maça

Maça

maça1

 

Nome Popular: Maça

Nome Científico: Pirus malus

Partes das Plantas a Serem Usadas: folhas, frutas e raízes.

Planeta: Vênus

Elemento: Fogo

Gênero: Feminino

Deidades: Afrodite, Dionísio, Apolo, Hera, Athena, Artêmis e Zeus.

Função Terapêutica: É depurativa do sangue. Elimina os detritos provenientes do metabolismo. E digestiva. Usada para recuperação da tuberculose, na bronquite e na asma. Traz bem estar em casos de catarros pulmonares. É usada também nas afecções das vias respiratórias.

Cosmética: Bom no tratamento de doenças crônicas de pele e rejuvenescimento.

Aromaterapia: Auxilia todos os processos de cura física.

Contra Indicações: Não encontrado na biografia consultada.

Função Mágica: Seu poder está ligado à saúde, amor e imortalidade. Sementes de maça, misturadas com mel e colocadas dentro de seu perfume predileto, torna-se poderoso filtro de sedução.

Suas cascas colocadas no sereno na Lua Crescente torna-se poderoso condutor da sexualidade, principalmente se transformada em amuleto.

Lambuze suas velas com suco fresco de maça quando estiver realizando um feitiço amoroso.

Um dos mais poderosos consiste em segurar uma maça até que ela fique aquecida pelo calor das mãos enquanto visualiza fortemente o que deseja. Deixe a por uma noite no sereno e coma-se antes do sol.

Habitat\Cultivo: A macieira começa a produzir plenamente no 5º ano e vai até o 25º ano, quando é feita a renovação do pomar. Regiões de clima frio apresentam condições climáticas favoráveis para a produção de maçãs. É necessário, aprox. 800 horas de frio, com temperaturas inferiores a 7,2ºC, para uma safra de qualidade. Com tratos especiais, desenvolvidos no Brasil, alguns cultivares necessita apenas de 150 a 200 horas de frio por ano. Os períodos de baixas temperaturas são necessários para a macieira “quebrar a dormência”, para que seu ciclo vegetativo continue e possa produzir plenamente. Regiões onde não há frio suficiente para a “quebra da dormência”, há produtos que “compensam” a ausência das baixas temperaturas. Os produtos estão disponíveis no mercado e são aplicadas com pulverizadores. Recomenda-se para o plantio da macieira solos areno-argilosos e o argilo-argiloso, com pH 6. A área deve ser protegida contra ventos fortes e não pode apresentar uma inclinação acentuada (menor que 20%). Uma análise do solo seria o ideal para corrigir as possíveis necessidades de elementos, tais como o potássio ou fósforo. Preparar o terreno (até 60 cm de profundidade), 3 meses antes do plantio, aplicando-se 50% do calcário recomendado. Após é feita a aração profunda e a gradagem, introduzindo os outros 50% de calcário. Trinta a quarenta dias antes do plantio, as covas são abertas em 60 x 60 x 60 cm, para incorporação do adubo orgânico e mineral. As covas deverão levar os seguintes adubos: a)fósforo-200 a 300 g de P2O5; b)potássio-60 g de K2O; c)bórax-20 a 30 g; d)calcário dolomítico-1 kg; e)esterco curtido de curral 20 litros ou 5 litros de esterco de galinha. Um pomar adulto deve ser adubado dependendo do resultado das análises de laboratório (solo e diagnose foliar) e conforme as condições das plantas (porte, produtividade etc). Os espaçamentos entre as covas são de 4 metros entre linhas e 1 a 1,5 m entre plantas na linha. Pode-se usar espaçamento de 5 m entre linhas por 2 m entre plantas, para um crescimento mais livre.  A macieira propaga-se por enxerto. O produtor deve adquirir as mudas de viveiristas idôneos, elas devem ter o padrão exigido para espécie, com pivô central. A muda deve estar sadia e livre de vírus. A época de plantio é de junho a agosto, com florada nos meses de setembro e outubro. Deve-se tirar as ervas daninhas, fazer a poda correta, irrigação adequada e o raleio. A irrigação para as rosáceas são microaspersor, gotejo e em sulco. O raleio ou desbaste deve ser feito quando os frutos jovens estiverem com 1 cm de diâmetro, deixando 2 a 3 frutos na cachopa terminal e 1 a 2 nas cachopas laterais. Frutos doentes, fracos, manchados e mal-formados devem ser extraidos. A época de colheita é baseado no número de dias da florada até o tamanho normal da fruta, na coloração e na resistência do pendúnculo. A colheita é feita manualmente e começa no final de janeiro terminando no começo de maio, de acordo com as espécies cultivadas.

 

Origem, História e Lendas da erva:

Conta a Mitologia que quando Júpiter desposou Juno esta recebeu três maçãs douradas de Gaia , a Terra. Encantada com o presente agraciado Juno deu-as, cada uma,  as três ninfas  conhecidas como as Hespérides para que tomassem conta delas para si.  Hércules teve de ir atrás das Hespérides para obter os pomos de ouro e para isto foi ao Cáucaso onde libertou Prometeu que o aconselhou a pedir a Atlas que roubasse os pomos de ouro. Hércules então segurou o mundo em suas costas enquanto Atlas assim o fazia e o enganou dando-lhe novamente o mundo e levando os pomos de ouro, tarefa que foi seu décimo segundo trabalho. Eva provou a desilusão e cometeu a desobediência ao provar a maçã dourada da arvore  da ciência e da sabedoria arrastando o companheiro Adão para o desterro.Também foi a maçã dourada que comoveu a alma avarenta do Sr. Scrogges no inesquecível conto de Charles Dickens seduziu a antológica Branca de Neve e publicou mundialmente Nova York como a Big Aple. New York, New York levou a imagem da Big Aple na era do Jazz no trompete do genial Jimmy Doyle. Quem tinha um insaciável apetite pelas maçãs era Ariadne Olivier a atrapalhada escritora de contos policiais e amiga incondicional de Hercule Poirot.

 

Diz a lenda que na Idade média Guilherme Tell teve de partir uma maçã na cabeça de seu primogênito com uma seta para obter do rei a liberdade de seus companheiros e também ainda que ocorreu a Newton a Primeira Lei da Mecânica Clássica ao cair-lhe uma maçã na cabeça enquanto dormia sob uma árvore.

Andando pelo passeio da Carnaby Street encontrava-se a Apple, mundialmente conhecida butique dos Beatles defronte ao Shakespeare’s Pub que traz a estatua do imortal escritor na varanda do primeiro andar. Sobre a porta da Aple está a imagem do selo da Apple Records que é a tradicional maçã cortada pelo meio e que vem impressa no centro dos vinis da gravadora numa alusão direta ao psicodelismo. Após o almoço no Pub pode-se comer uma maçã do amor sentado na calçada em frente a Apple.

 

A árvore da sabedoria no Gênesis, a avareza do Sr. Scroggs, a lei da Inércia, a liberdade de um cavaleiro medieval, guerra por uma rainha raptada, o mundo em NY e Carnaby St muda o mundo.

 

Aplicação na culinária: salada, torta, doce, geleia.

Receita-de-maça-do-amor-fácil-3

Maça do Amor – Homenagem de São Valetim

Ingredientes

6 maçãs vermelhas – Vênus e Jupiter

1 quilo de açúcar cristal vermelho – Júpiter e Lua

3 ½ xícaras (chá) de glucose de milho – Sol

7 xícaras (chá) de água – água

10 ml de corante vermelho líquido – Fogo

Água gelada – água

Palito de sorvete

Modo de preparo.

Acenda duas velas vermelhas, um incenso de rosas ou jasmim. Peça para São Valentim que ilumine seu caminho no amor e dê a você sabedoria nessa trilha. Espete os palitos na maçã e reserve. Em uma panela, coloque todos os ingredientes e mexa bem. Coloque em fogo baixo. Deixe ferver até chegar em ponto de bala (150ºC). Para o ponto da calda, pegue um copo com água gelada e quando começar a ferver, de minuto em minuto, acrescente um pouco de calda na água. A calda tem que fazer um estalo no fundo do mesmo.  Retire do fogo e passe as maçãs na calda e dê choque térmico na água gelada. Consagre as maças a São Valentim.

maça2

Receitas Encantadas:

Ritual para atrair um amor

1 maça verde

1 punhado de erva doce

8 castanhas do pará

1 rosa vermelha

1 pedaço de papel

Corte a maça pela metade no sentido horizontal e cave o centro da metade inferior com uma colher. Coloque dentro da cavidade o papel em que escreveu a lápis o seu pedido do amor. Arrume ao lado as castanhas descascadas. Cubra tudo com erva doce e as pétalas de rosa. Coloque por cima a outra metade que não foi cavada, e enterre a fruta em um lugar bonito.

Receitas Terapêuticas:

Suco Estimulante para auxiliar nos tratamentos de gastrites e úlceras duodenais

1 maça vermelha

¼ de xicara de chá de água

Bater no liquidificador os ingredientes acima e em jejum tomar 200ml do suco obtido.

 

 

Toque da Bruxa: Sopa Bircher. Também à base de maçã e recomendável para o desjejum, é o mingau ou sopa Bircher (de Bircher, médico alemão que o inventou).Deixa-se a aveia de molho à noite, como indicado para o müsli, e na manhã seguinte acrescentam-se uma maçã crua, ralada com a casca, suco de meio limão, raspas de casca de limão ou laranja, 3 colheres de sopa de iogurte, 1 colher de sopa de uvas passas, 1 colherinha de chá de mel. Ocasionalmente, 1 ou 2 amêndoas ou nozes trituradas (substituíveis pela castanha-do-pará).

Pesquisas, texto e experiencias feitas por Tânia Gori – contato http://www.taniagori.com.br

Beijos Encantados

Tânia Gori

 

Anúncios

Tagged as: , , , , , ,

Gratidão pelo seu comentário ... Estarei respondendo assim que possível... Beijos Encantados ... Tânia Gori

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Universidade Livre Holística Casa de Bruxa

(11) 4994.4327
Segunda a Sexta : Das 10h as 22h
Sábado : Das 10h as 17h
Domingos : Ligar para verificação de quais estaremos funcionando.
%d bloggers like this: