Poções & Encantos by Tânia Gori

20 de outubro – Celebrando a Deusa pré-helênica Eileithya

Reflexão do Agora

 

Hoje é um dia dedicado à deusa pré-helênica Eileithya, guardiã dos partos e dos recém nascidos, posteriormente assimilada à  Deusa Ártemis.

Eileithyia é a filha de Zeus e Hera , seus irmãos foram levantando e Ares .  De acordo com Homero, eram filhas de Hera Eileithyiai. O berço da Eileithyia estava em Creta na caverna de Amnissos .

Quando Alcmena estava grávida de Zeus, Eileithyia pela esposa de Zeus Hera prometeu impedir o nascimento, por causa do ciúme. Ela odiava o bebê Heracles ou seja, desde o início, mesmo mais tarde, quando ele era o herói clássico. Eileithya antes Alkmenes fez com que ela cruza-se os dedos, braços e pernas, isso levou a um nascimento não é possível, e Alcmena sofreu durante sete dias em agonia, porque não podia descer. Sua empregada Galanthis , notou algo e gritou: “A criança está lá, é um menino” Eileithyia saltou de horror para ver como isso poderia ter acontecido, quebrou o seu charme e fez o nascimento de Heracles finalmente possível. Como punição para a traição dos Galanthis, a  deusa a transformou  em uma doninha.

Leto agoniza 9 dias e outras deusas subornam Eileithya a fazer o parto dos deuses gêmeos, Apolo e Arthemis /Diana.

Dizem que Arthemis- casta por toda sua vida -também conhecida como Diana – a Deusa da Caça e das Florestas- nasceu nove dias antes de Apolo e ajudou no conturbado parto de seu irmão Apolo.

Leta, rejeitada por seus concidadãos vai procurar ajuda na ilha de Ortygia que a acolhe.

Eileithyia foi descrita como uma mulher empunhando uma tocha, representando as dores de queima de parto, ou com os braços levantados no ar para trazer a criança para a luz. Ela foi identificada com as deusas Hera e Artemis , tanto de quem deu epítetos de seu nome

Outras celebrações  para o dia 20 de outubro …

Celebração de Pi-Hsia-Yuan-Chin, a “Princesa das nuvens azuis e púrpuras”. Para os chineses taoístas, ela era uma divindade muito importante e amada. Assistida por um grupo de parteiras divinas, essa deusa auxiliava os partos, protegendo as mães e trazendo saúde e boa sorte para os recém-nascidos. Ela também era conhecida com os nomes de Sheng Mu – a mãe divina -, Yu Nu – a donzela de jade – e Tíen Hsien – a imortal celeste.
Chung Yeung, comemoração aos ancestrais na China e no Tibet, honrando as deusas Chang-O, Chi-Nu, Kwan Yin, Hsi Ho, Nu Kwa, Tien Hou e Tou Mu.

Fonte : Anuário da Grande Mãe – Mirella Faur

 

Advertisements

Tagged as: ,

Gratidão pelo seu comentário ... Estarei respondendo assim que possível... Beijos Encantados ... Tânia Gori

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Universidade Livre Holística Casa de Bruxa

(11) 4994.4327
Segunda a Sexta : Das 10h as 22h
Sábado : Das 10h as 17h
Domingos : Ligar para verificação de quais estaremos funcionando.
%d bloggers like this: