Poções & Encantos by Tânia Gori

Deusa de Outubro

Reflexão do Agora

Ao longo dos séculos, a imagem mítica do ‘feminino’ evoluiu muito. Primeiro foram as deusas paleolíticas, depois Isthar na Mesopotâmia, ísis no Egito e as deusas do mundo clássico… sem nunca ocupar o seu posto original. O mito da deusa perdeu-se e a divindade masculina foi destronando o seu papel. Agora que os modelos do masculino e do feminino se confundem, torna-se necessário conhecer profundamente qual a natureza da antiga deusa-mãe.

 

Uma deusa mágica rege cada mês do ano. Ela descobre-nos o nosso autêntico ‘eu’ e, o que é mais importante, o trabalho interior a realizar para alcançar a felicidade segundo esta…

 

Desde os tempos mais remotos da humanidade que o papel das deusas esteve sempre relacionado com a força feminina que interveio na criação do Céu e da Terra. Segundo a cultura, a religião ou a raça, umas falam de virgens, outras da união do yin e do yang (sendo o yin a parte feminina da criação), do eterno feminino divino, da grande ‘mãe’, da criadora… Há inclusive quem reconheça uma parte feminina nascida de Deus e esta divindade é denominada ‘deusa’. Esta emanação feminina encerra todos os atributos do Universo: criação, destruição, transformação, protecção, amor, vento, chuva, etc. Nestes tempos de ruptura de modelos e de respeito pela voz das mulheres, a deusa levantou-se do silêncio imposto por certas culturas e religiões e deu lugar a estudos não só de índole espiritual, como também de outras ciências como a antropologia, a sociologia, a psicanálise, a literatura, etc. Isto permitiu descobrir que aquilo em que se acreditava como mito é ao mesmo tempo uma parte muito real do nosso mundo quotidiano. Este sagrado feminino representado pela deusa convida-nos a tentar alcançar um mundo mais rico e equilibrado. A força espiritual que advém do eterno feminino divino, honrado para todo o sempre, permite-nos aproveitar, durante o ano, não só a sua protecção, como também a sua sabedoria quotidiana para fazer do dia-a-dia uma experiência de motivação e estímulo.

CIRCE REGE OUTUBRO

circe

Rainha da magia, é a deusa feiticeira que embruxou Odisseia (Ulisses), no relato de Homero. Representa a capacidade inata das mulheres para manusear os elementos e com eles dar a volta às circunstâncias dolorosas, mediante uma oração, um rogo, um pedido de perdão ou um sorriso.
Outubro é o mês de Halloween, é o mês das forças ocultas e das bruxas, uma celebração que faz lembrar a natureza feminina dadora de vida a partir do útero (magia pura)

AS SUAS RECOMENDAÇÕES:

  • Passe uma vista de olhos pelos armários e dê a roupa que já não utiliza há anos.
  • Inscreva-se num curso criativo (literatura, pintura…).
  • Use a cor de laranja.
  • No dia 31 faça o seu próprio ritual para despertar a intuição, acendendo velas brancas e oferecendo à deusa mel e pão doce.
  • Prepare refeições à base de cevada e de pato.

A sua mensagem: limpar e perdoar.

Tagged as: , ,

4 Respostas »

  1. muito bom esta artigo

  2. Gratidão adorei a dica.bjs

Gratidão pelo seu comentário ... Estarei respondendo assim que possível... Beijos Encantados ... Tânia Gori

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Universidade Livre Holística Casa de Bruxa

(11) 4994.4327
Segunda a Sexta : Das 10h as 22h
Sábado : Das 10h as 17h
Domingos : Ligar para verificação de quais estaremos funcionando.
%d bloggers like this: